July 17, 2019

Lutando Contra a Ansiedade e Libertando a Minha Voz

Escrito por: Maria Martin - cantora lírica

Eu sempre aprendi que tudo na vida acontece por um motivo, e até mesmo decisões, que podem nos direcionar a erros, podem se tornar uma grande lição para nós.

article preview

Desde a minha juventude eu sempre tive problemas com ansiedade e medo, medo de não ter controle de situações e meu envolvimento, mesmo sabendo que é impossível ter controle sobre tudo, medo de rejeição, medo do fracasso.

garota se escondendo sob almofadas

Um dos meus grandes problemas com ansiedade é quando tenho que viajar sozinha, o simples pensamento em pegar um ônibus ou até mesmo um trem de uma cidade pequena para outra me faz suar, palpitar e tremer. Eu nunca consegui descobrir o motivo desse grande medo, mas grande parte disso é pela parte de estar sozinha em uma situação que foge do meu controle.

É claro, essas situação não apenas freia o meu crescimento como pessoa, mas também limita minhas opções, pois prefiro rejeitar grandes oportunidades do que enfrentar meus medos.

Quando eu conheci a Enseñanza tive a oportunidade de viajar para a França, mas a minha viagem de volta para o meu país, a Costa Rica, eu tive que fazer sozinha.

No começo, como sempre, eu entrei em pânico, mas graças a meditação e os tratamentos de Estimulação Neural, eu consegui controlar os efeitos da ansiedade, e acima de tudo, consegui me manter concentrada, e dizer para mim mesma que tudo ficaria bem, como ficou.

menina olhando pela janela de um avião

Eu continuei a fazer os tratamentos e principalmente a meditação, e de passo em passo eu percebi que todos os meus medos estavam apenas na minha cabeça, e descobri o necessário para dar o primeiro passo.

E foi graças a essa mudança que eu fui capaz de tomar a decisão de viajar novamente e morar na França. E eu tenho certeza que tudo isso não seria possível se eu não tivesse as ferramentas para isso que hoje eu possuo.

E também é graças a Enseñanza que eu consegui conquistar o meu sonho que era entrar no conservatório de Toulouse, onde estou estudando canto lírico por dois anos.

Pequena história: Eu lembro do dia do teste de admissão, onde eu acordei com febre e garganta inflamada por que tive que trabalhar até tarde na noite anterior. Eu cheguei no conservatório e as primeiras coisas que eu fiz foram a meditação e o tratamento de Estimulação Neural. Eu pedi que meu corpo, naqueles 3 minutos do teste, a minha voz saísse sem nenhum problema. E foi isso que aconteceu. Tudo aconteceu perfeitamente e eu consegui entrar no programa.

microfone

Desde então eu consegui integrar a Enseñanza tanto nos meus estudos mas também para os meus colegas.

No mundo do canto, o seu instrumento é você. Então, se você não está mentalmente e/ou fisicamente bem, o seu instrumento também não estará. Você também terá que aceitar críticas, competições, a ansiedade antes de uma apresentação ou após um exame.

Para mim é um presente saber que apenas com minhas mãos e 5 minutos de tratamento diário e meditação eu consigo me acalmar, abrir a minha boca e libertar a minha voz, ajudar meus amigos quando estão com medo do palco ou até mesmo meditar quando eles têm um dia ruim ou atém mesmo uma crítica ruim.

Eu posso falar com toda a certeza que não seria capaz de chegar onde estou ou até mesmo ser a pessoa que sou hoje, sem ter conhecido o Mãos Sem Fronteiras, e essas ferramentas sempre me deram suporte e confiança no processo, que mesmo que tenha sombras no caminho, significa que o sol também existe em alguns lugares, e por isso eu sou eternamente grata.

Maria cantando no conservatório

Junte-se à nossa rede de escritores e comparta seu conhecimento em nossa plataformaContribuir
Escreva seus comentários