July 20, 2021

O momento presente

Escrito por: Shakti

HOJE, é uma palavra tão curta e abrange tanto. Normalmente chamamos isso de 24 horas que estamos vivendo, mas realmente significa muito mais. É esse momento preciso que vivemos, mas metaforicamente adormecidos.

article preview

HOJE, é uma palavra tão curta e abrange tanto. Normalmente chamamos isso de 24 horas que estamos vivendo, mas realmente significa muito mais. É esse momento preciso que vivemos, mas metaforicamente adormecidos. Muita literatura descreve o hoje como a única coisa que existe, porque ontem é passado, o amanhã não chegou e aliás estamos sempre entre ontem e amanhã, dificilmente hoje.

Aquela pequena palavra que exige a nossa plena consciência para sentir, cheirar, saborear, tocar e memorizar o que estamos vivendo, despertos, atentos ao que se passa ao nosso redor e simplesmente ver a vida como ela é, com suas cores maravilhosas, saboreando-a e principalmente a "sentindo".

A maneira de estar presente o tempo todo no "hoje" é estar atento ao que você faz e como aquele momento te faz sentir, o que se move dentro de você, que no final é o que você é e diz muito sobre o que você carrega dentro .

Na maioria das vezes, conversamos sem realmente prestar atenção, apenas fingimos estar lá, nossas mentes voam para o que não fizemos ou tivemos que fazer. Se estamos sentados comendo, saboreamos? Gostamos daquele delicioso aroma de comida ou percebemos as cores da própria comida? Devoramos como qualquer outro animal que não tem a capacidade de raciocinar. Vivemos robotizados.

moment

Nesta época, hoje significa muitas coisas, menos vida comum. As famosas redes sociais que conseguiram integrar muitos em conversas simultâneas, rompendo relacionamentos e momentos inesquecíveis que só existem hoje; Perdemos tantos detalhes, as reações do outro, perdemos os momentos emocionais que se escondem atrás de uma caixa de metal de última geração, porque definitivamente não se pode negar que um hahahaha no seu Smartphone, pode substituir o som da gargalhada do seu melhor amigo; Não é e nunca será o mesmo.

Estar atento o tempo todo requer um esforço maior do que respirar. É preciso estar alerta em tudo o que fazemos, tocamos, vemos, movemos e, o mais importante, saber que estamos assimilando o que vivemos naquele preciso momento; integrando em nosso ser cada uma de nossas reações e, portanto, também as emoções por trás do ato em si.

Agir automaticamente nos afasta do momento presente. Não nos permite ver a grandeza do momento, nos transforma em seres zumbis, que vivemos o momento por instinto, sem ter consciência do que sentimos e, o mais importante, da maneira como reagimos, o que está na raiz? Se pudéssemos ser observadores de nossa própria vida, isso nos permitiria conhecer mais facilmente a nós mesmos. Quando você vive aqui e agora, até a morte é irrelevante.

breathe

Junte-se à nossa rede de escritores e comparta seu conhecimento em nossa plataformaContribuir
Escreva seus comentários